OS PRINCIPAIS DESAFIOS DO ATOR – Escola de Teatro Juliana Leite

OS PRINCIPAIS DESAFIOS DO ATOR

O QUE VOCÊ DEVE SABER ANTES DE UMA AUDIÇÃO DE TEATRO
02/06/2021
3 PRINCÍPIOS PARA UTILIZAR A TÉCNICA MEISNER NO TEATRO
16/06/2021

Existem muitos desafios de atuação diferentes e cada um tem facilidades e dificuldades diferentes, mas aqui coloquei os mais comuns, e espero te ajudar com eles.

Memória
A peça acaba e muitas vezes escutamos a frase clichê: “Como você aprendeu todas essas falas?”. É comum o público que não passou pela experiência de uma montagem não saber que o trabalho de dar vida à peça é muito maior do que decorar as falas. Mas, sim, decorar o texto pode ser um desafio. E também pode ser uma grande causa de estresse… E se você não consegue aprender suas falas com segurança, pode levar a uma atuação mecânica e desconectada.
A solução pode ser tempo e planejamento. Defina as datas em que quer sair da agenda e se certifique de chegar lá. Se você sabe que leva 3 semanas para aprender as falas, dê a si mesmo 3 semanas! Se levar apenas alguns dias, dê a si mesmo alguns dias.
Também se certifique de nunca estar apenas aprendendo só as palavras do texto. Entenda seu ele e as palavras que está dizendo. É por isso que muitos atores lutam para aprender os monólogos de Shakespeare. Eles não entendem totalmente as falas e é como aprender um manual de segurança, em russo! Você aprenderá suas falas muito mais rápido se fizer a preparação de entender o texto primeiro. Entenda as intenções por trás das linhas, porque se você pode aprender os pensamentos, você pode aprender as falas.
No final do artigo, deixarei um vídeo com dicas de como decorar um texto.

Medo
Você poderia subir no palco 100 vezes, mas se você sempre volta para o que sabe e se sente confortável, então isso não o levará a lugar nenhum.
Se existe alguma coisa que leva à melhoria dos atores mais do que qualquer outra coisa, é a superação dos medos. São nossos medos que nos impedem de todos os elementos de uma grande atuação. Seja inibindo nossas emoções, ou impedindo-nos de nos conectarmos com o outro ator, ou forçando-nos a ser superficiais e seguros em nossas performances. De qualquer maneira, devemos tentar diminuir esses medos da melhor maneira que pudermos, ou, pelo menos, aprendermos a aceitá-los e a trabalhar com eles – em vez de contra eles.
A resposta é prática. Como com qualquer coisa, quanto mais trabalhamos no palco ou na tela, mais se torna uma segunda natureza. Nossa experiência se torna a base para trabalharmos. Continue se esforçando, trabalhe em roteiros desafiadores e explore personagens fora de sua zona de conforto. Quanto mais nos esforçamos, com menos medo ficamos.

CIRCUNSTÂNCIAS
Esta é uma das chaves para uma ótima atuação! Temos que fazer o trabalho para trazer pessoas, lugares, eventos e objetos à vida, quando na realidade – eles são completamente imaginários e podem não significar nada para nós. Seja dotando um suporte ou se apaixonando por seu parceiro de cena, é imperativo se conectar com as circunstâncias dadas em qualquer cena.
Professores de teatro têm tentado resolver isso desde que Stanislávski formulou seu método de atuação pela primeira vez. Para alguns professores como Ivana Chubbuck, a solução é a substituição. Para outros, como Stella Adler e Declan Donnellan, é a imaginação e encontrar maneiras de se conectar com a realidade do roteiro. Qualquer que seja o caminho que você vá, nada pode ser apressado e ignorado. Você deve se conectar com sinceridade às suas circunstâncias e essa é a chave para um desempenho autêntico e atraente. 

Emoção
O que fazer para se conectar com a emoção? Como eu choro? Como posso ser mais emocional? E o mais engraçado é que a maioria das principais metodologias de atuação dão pouca ou nenhuma ênfase à emoção. A emoção é o subproduto de ir atrás do que você deseja na cena.
Embora queiramos estar abertos às nossas emoções, elas não são o objetivo. Existem inúmeros exemplos de pessoas passando por tragédias e se sentindo completamente entorpecidas, pragmáticas ou com raiva. Nossas emoções são imprevisíveis e deveriam ser assim em nossa atuação. Quando nos concentramos em alcançar certas emoções, tornamo-nos auto-indulgentes e a história se perde.
A solução é gastar seu tempo descobrindo a intenção do escritor. Se você estiver trabalhando com um diretor ou outros atores, trabalhe com eles. Investigue a cena e por que ela faz parte da história. Uma vez que você descubra isso e consiga descobrir o que deseja na cena e por que continua lá, será capaz de representar a cena com veracidade.
Se você entender a cena e relaxar o suficiente – os sentimentos virão.

Problemas Técnicos
Muitos atores odeiam teatro porque não é “real”. Eles sentem que têm que projetar ou usar a encenação e eles são todos sobre “realismo” e ser “verdadeiro”. Bem, antes de mais nada, deixe-me dizer que não há meio que permita a um ator trabalhar sem habilidade. A atuação no cinema e na TV depende fortemente de bloquear, acertar as marcas e ter linhas de olhos adequadas – só para citar alguns. O que se torna ainda mais engraçado é quando os atores odeiam teatro porque parece falso. No cinema moderno, você costuma estar em grandes estúdios, trabalhando com telas verdes e olhos falsos – que costuma ter menos com o que trabalhar do que no teatro. A imaginação mais uma vez está na vanguarda da atuação!
Então, sim, questões técnicas sempre farão parte do seu trabalho como ator. A questão é; como casar com proficiência técnica, será sincero? Prática.
A arte do palco ou a arte da tela, vem com o tempo. A única maneira de fazer com que acertar seu alvo pareça natural é praticando acertá-lo. O mesmo é válido para encontrar seus pensamentos sobre a quarta parede do teatro. Essas coisas parecem não naturais. E ficar com raiva disso não vai ajudar.
Em todos os meios, se você não pode ser visto ou ouvido, então ser real não conta para nada. Se você fizer a melhor atuação de todos os tempos e estiver fora de foco, você não fará a edição. Se você não for ouvido no palco, suas lágrimas não irão mitigar o aborrecimento do público que não pode ouvir a história!
Compreenda os aspectos técnicos do meio com o qual está trabalhando e, em seguida, pratique-os. Atuar é um ofício tanto quanto é uma arte.

Credibilidade
Um dos maiores desafios para os atores é ser confiável e verdadeiro. Na verdade, para a maioria dos atores, isso é tudo o que eles procuram. E é um objetivo nobre.
Para que qualquer história ganhe vida, ela deve ser verossímil, devemos “segurar um espelho na natureza” e o público é muito bom em ver falsificações. A resposta é multifacetada …
Em primeiro lugar, você precisa relaxar. E sim, nada é mais relaxante do que alguém apenas dizer para você relaxar. Mas se você estiver confortável e relaxado, na maior parte do tempo, isso resolverá o problema. A maioria dos atores, mesmo aqueles em início de carreira, sabe inatamente quando está fingindo. O problema é que o medo nos faz não nos comprometer e fazer coisas estranhas. A melhor maneira de encontrar esse relaxamento é praticar novamente. Quanto mais você trabalha em cenas e monólogos, melhor você fica. Especialmente se você puder subir no palco ou na tela e trabalhar em alguns ambientes que o empurram para fora de sua zona de conforto.
Em segundo lugar, você tem que entender verdadeiramente o mundo em que está. Mais uma vez, isso se refere ao relacionamento que você tem com o escritor. Ser capaz de compreender e interpretar a intenção do escritor é fundamental para o seu sucesso como ator. Se você puder entender essa intenção e se conectar com as circunstâncias da cena, você estará no caminho certo.
Finalmente, você tem que deixar seu ego ir. “Grande atuação” ou “atuação falsa” geralmente vem da tentativa de impressionar o público ou compensar a falta de preparação. A chave para uma atuação verossímil é a conexão com seu parceiro de cena (ou o público). Se você puder abandonar o desejo de ser amado e, em vez disso, se concentrar na realidade do momento – sua atuação será verossímil. 


É, atuar não é uma tarefa fácil… E esses são apenas alguns dos desafios que enfrentamos como atores. Mas como você pode ver neste artigo, há esperança. E, principalmente, se resume a duas coisas: prática e compreensão de textos. O problema é que é difícil para os atores praticarem, especialmente quando você não está trabalhando, ou mesmo fazendo testes. Também pode ser difícil encontrar motivação para ler mais peças e dividir as cenas. É por isso que criamos nosso Curso de Teatro 100% On-line… Para possibilitar quem não tem cursos de teatro na cidade ou que tem interesse em estudar com a gente para poder praticar. Dentro das aulas trabalhamos as técnicas do teatro além de montagens de esquetes ou seja, você vai ter apresentações também! Junte-se a nós! 
https://teatrolimeira.com.br/online

Como falado no início do artigo, aqui vão algumas dicas de como decorar um texto:

https://www.youtube.com/watch?v=TWhViTyvFJ8&t=1s 


🎭 Escola de Teatro Juliana Leite 🎭
R: Tiradentes, 944 – Centro
Limeira-SP
(19) 99639-8545

Escola de Teatro Juliana Leite
Escola de Teatro Juliana Leite
Escola de Teatro em Limeira-SP (@teatrolimeira). Do Iniciante ao Avançado. Tire seu DRT. Prepare-se para os testes. Faça sua pré-matrícula agora.

2 Comments

  1. Olá..!! Tudo bem? Fiz uma visita ao seu site, gostei muito.
    Dê uma olhada no meu…

    Obrigado.!

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Pré-Matrícula